Documento destinado aos trabalhadores que contribuem de forma regular para a previdência social

Concedido pelo INSS – Instituto Nacional do Seguro Social, a carta de concessão é um documento destinado aos trabalhadores que contribuem de forma regular para a previdência social. Esse documento tem como principal função dar ciência ao beneficiário sobre todas as informações acerca do seu benefício e dos seus direitos.

Com base nisso e por muitos trabalhadores sentirem dúvidas sobre o tema, iremos analisar agora tudo sobre a carta concessão; o que é, como emiti-la, quais são as informações que constam na carta e muito mais.

Como Solicitar a Carta de Concessão?

A carta de concessão pode ser solicitada de maneira bem rápida e prática, basta que o beneficiário entre no portal Meu INSS clicando no link a seguir https://meu.inss.gov.br/central/index.html. Ao entra no site procure no rol que fica localizado ao lado esquerdo da página a opção “carta de concessão”. Em seguida faça o seu login (número do cadastro de pessoa física e senha), e então será redirecionado para a outra página.

Prontinho, o pedido da carta de concessão será validado. Porém, se caso ainda não possua um cadastro na página, clique em “cadastrar senha” e preencha os dados pedidos pelo portal. Ao final ligue para a central da previdência social pelo número 135 para poder validar o seu cadastro e pedir a solicitação do serviço.

O que é a Carta de Concessão?

A carta de concessão é um documento utilizado pela previdência social para comunicar ao beneficiário o cálculo do valor que corresponde ao benefício que foi concedido, além de também trazer informações importantes sobre o banco de dados do contribuinte.

Como exemplo podemos falar do benefício da aposentadoria. Se uma carta de concessão for emitida para esse tipo de benefício, ela será composta pelas seguintes informações: Endereço do local de recebimento do valor do benefício, valor inicial do benefício, período ou data que o mesmo será disponibilizado e a renda mensal do contribuinte.

Mas fora essas informações, a carta de concessão apresenta também o cálculo da renda. E é por meio desse cálculo que o usuário poderá analisar se todos os valores do seu benefício estão sendo repassados de maneira correta, ou seja, é importantíssimo analisar sempre os valores para evitar problemas futuros de revisão do benefício.

Então, enviada pelo Instituto Nacional, a carta de concessão é direcionada ao endereço residencial que o beneficiário colocou na hora de solicitar o benefício. E o prazo para o seu recebimento será em média de 30 dias. Se por acaso a carta demorar um pouco mais que isso, não se desespere, isso é devido a demanda do INSS ser enorme.

Finalizando, a carta de concessão é uma das melhores alternativas de comunicação oferecidas ao beneficiário pois orienta o cidadão, mas também é possível realizar o atendimento pela central de atendimento da previdência. Os dois serviços são realizados de maneira rápida e gratuita.

Quais são as informações que constam na Carta de Concessão?

Na carta de concessão é possível que o beneficiário encontre os dados do seu benefício e o demonstrativo do cálculo da renda. Os dados do benefício é o local onde o usuário poderá conferir todas as informações sobre o benefício pedido como o nome completo do recurso (se é um auxílio doença, uma pensão, aposentadoria, e etc.), a data do seu pedido e outras informações.

Já no demonstrativo do cálculo da renda aparecerá informações sobre todos os lançamentos feitos para o pagamento do benefício. É nesse ponto que você poderá analisar e saber se todos os valores foram pagos de maneira correta.

No caso de encontrar algum erro em relação aos valores é só pedir uma revisão do seu benefício para a previdência social.

Status da Situação do Benefício INSS

O status do benefício INSS, que será divulgado na Carta de Concessão, é dividido em três tipos e possui os seguintes significados:

  • Benefício habilitado: esse status dado ao benefício significa que o mesmo está sendo analisado pelo INSS. Além dele também estão sendo analisados os documentos do beneficiário e outros detalhes essenciais.
  • Benefício concedido: como o próprio nome traduz, benefício concedido é aquele no qual a previdência social aceitou, ou seja, você receberá a carta de concessão e poderá realizar o saque do valor disponível.
  • Benefício indeferido: esse status é dado ao benefício que não foi aceito pela previdência social, pois deve ter ocorrido algum problema no motivo exposto ou erro nos dados de informações que foram prestadas ao instituto.

Caso tenha perguntas ou dúvidas, por favor entre em contato pelos nossos comentários ou por e-mail. Caso você deseje saber sobre o extrato INSS, clique no link.

Também terá a opção de realizar perguntas ou deixar elogios ligando diretamente para a central de atendimento da previdência social pelo número 135. Os horários disponíveis para atendimento são de segunda a sábado, das 7h às 22h de acordo com o horário de Brasília.

Com novo governo valores de benefícios sociais podem mudar

Dos benefícios sociais criados no Brasil nos últimos 10 anos o Bolsa Família é um dos que mais ajudou. A quantia mensal pago às famílias necessitadas fica muito distante do valor do salário mínimo estipulado, mas fez uma enorme diferença aos que realmente precisam. Mas é preciso realmente precisar do benefício para receber. Saiba mais!

Para que serve o Bolsa Família?

O Bolsa Família é um benefício concedido pelo Governo Federal aos brasileiros com baixa renda. Criado há mais de oito anos é uma ajuda de custo mensal paga em dinheiro para quem não possui renda. O valor é pago em dinheiro em conta para o beneficiário.

A proposta ajudar os brasileiros que realmente precisam a ter o básico para se alimentar. O programa foi criado com o intuito de tirar o Brasil da lista dos que mais possuem cidadãos passando fome no mundo. Lista esta que o país esteve por mais de 20 anos.

O benefício é dado para que as famílias consigam comprar um pouco de alimento e garantir uma nutrição básica. Por muitos anos nem ao menos isso era possível em muitos casos e cada vez mais crianças e adultos (os menores eram os mais afetados) morriam de subnutrição.

Com o Bolsa Família os números do programa mostram que mais de 13 milhões de famílias conseguiram sair do estado de extrema pobreza. É pouco, mas um grande começo para a divisão de bens no Brasil e garantir a subsistência de muitos.

Quem possui direito a receber Bolsa Família?

O pagamento do benefício não é para todos que requisitam e sim para quem realmente precisa. É preciso comprovar com documento sua situação financeira no momento de realizar o cadastramento.

O cadastro do Bolsa Família pode ser realizado em pontos pré-determinados pelas prefeituras locais em endereços informados na prefeitura. Podem ser cadastrar:

  • Famílias com renda mensal de até R$ 85 por pessoa – extrema pobreza;
  • Famílias com renda mensal de R$ 85 a R$ 170 por pessoa – pobres;
  • Adolescentes de 0 a 17 anos de famílias nas classificações acima;
  • Gestantes e lactantes classificadas nas condições salariais acima.

Todos os que possuem direito e atendem aos critérios informados acima podem se cadastrar no programa. São solicitadas documentações pessoais e após aprovação do cadastro, o pagamento é liberado por até dois.

Após 24 meses de recebimento da bolsa o benefício é suspenso para recadastramento. Esta é a forma que o Bolsa Família encontrou de garantir que apenas quem realmente precisa receba o valor. Afinal, a condição financeira do brasileiro pode ter mudado e ele pode não precisar mais do dinheiro, abrindo vaga para mais um cadastrado receber o benefício.

Como receber o bolsa família

O pagamento do Bolsa Família é realizado todos os meses de acordo com a data de aniversário do beneficiário ou um calendário. O dinheiro é liberado na Caixa Econômica Federal, instituição financeira responsável por realizar os pagamentos.

A bolsa pode ser sacada em agências da Caixa ou Casas Lotéricas todos os meses com o cartão cidadão. O cartão é entregue após o cadastro em até 15 dias e sem a cobrança de taxas.

Ministério da Economia pode ser acionado na justiça para autorizar Concurso INSS

O INSS é um instituto criado em 1888 no qual regula a aposentadoria dos trabalhadores. Conforme o grande fluxo de funcionários dentro da instituição ano após anos, o INSS está qualificando funcionários para trabalho. Para isso o próprio deverá fazer um concurso INSS 2020, caso passe receberá os belos benefícios e renumerações que a empresa dará.

 

Sobre o INSS

Em 26 de março de 1888 foi decretado uma lei no qual regula a aposentadoria dos empregados e funcionários, então tem como requisitos para a aposentadoria tais estas, que o funcionário que estivesse 30 anos de efetivo serviço e uma idade mínima de 60 anos.

O Instituto Nacional do Seguro Social conhecido mais como INSS 2020, é um instituto de autonomia do governo federal no qual é veiculada ao ministério da previdência social no qual é responsável pelo pagamento da aposentadoria do trabalhador. O trabalhador pode retirar a sua aposentadoria caso cumpra as normas da lei ou caso seja algo grave como pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente e outros benefícios para aqueles que adquirirem o direito a estes benefícios segundo o previsto em lei.

Inscrição Concurso INSS 2020

As inscrições concurso do INSS 2020 atualmente não se encontram abertas, mas as previsões é que comece o prazo das inscrições no início de 2020. Tais informações será disponibilizada no site emissor do concurso INSS 2020. Para os que querem realmente se inscrever devem ficar sempre atentos no prazo. Quando as inscrições concurso INSS 2020 estiverem disponíveis, poderão ser feitas através do site emissor do programa seguindo assim os links no qual te encaminhará para o setor das inscrições.

Após a primeira etapa for concluída o candidato deverá pagar uma taxa no qual será informada durante o processo das inscrições. As vagas do concurso INSS 2020 que são disponíveis são para ótimos e eficientes cargos, onde varia para pessoas que possuem o ensino médio e nível superior completo. Tendo assim vagas para analista de seguro social, perito médico e técnico previdenciário sendo assim beneficiado com uma renumeração satisfatória que poderá chega cerca de um valor de R$ 6.500,00.

Edital Concurso

O edital concurso INSS 2020 tem previsões para que que seja disponibilizado no final dos meses de 2014 para o início de 2020, onde oferecerá aos candidatos que se inscreverem no concurso INSS 2020 todo um conteúdo programático para que os candidatos já vão se preparando para a prova, para que na hora não haja dificuldade nas matérias exigidas que são em língua portuguesa, matemática, tecnologia, atualidades, redação ou seja um assunto variado.

O edital disponibilizará informações úteis para o melhor desempenho na prova e que não ocorra desclassificação do candidato, pois ela informará o funcionamento da prova como horário, tempo de duração (início e término), local, o que levar, entre outras informações necessárias e de extrema importância, para que o candidato fique ciente as normas da prova do concurso INSS 2020.

Em alguns sites até mesmo o da instituição é encontrado editais e provas de anos anteriores para que facilite o estudo dos candidatos. Desta forma, o candidato terá o benefício de se preparar para prova e se adequar ao nível que é estabelecido por esta. O gabarito INSS 2020 será lançado dias após a realização da prova, mas o gabarito oficial será lançado meses depois, pois a equipe de correção da prova avaliará as provas objetivas dos candidatos, desta forma os que ficaram nas melhores colocações serão chamados para uma carreira promissora. Para o candidato saber se passou devem ficar atentos ao site pois sairá uma lista dos convocados no site emissor do concurso.

A expectativa para o próximo ano é que o salário mínimo alcance R$ 1.000,00

A expectativa para o ano de 2020 é o reajuste no salário mínimo que pode chegar a R$ 1.006. Garantindo o acréscimo de 2,5% no Produto Interno Bruto (PIB) 2020. De acordo com a proposta realizada ao Congresso Nacional.

Com base nas informações dos valores proposto ao Poder Legislativo, desde mês de abril, a estimativa para o salário mínimo era de R$ 1.002. Caso a proposta de aumento do salário mínimo venha ser aprovada, entrará em vigor em janeiro do ano que vem (2020). Porém o pagamento será realizado a partir de fevereiro.

Contudo, o governo ainda não se pronunciou sobre o valor que será reajustado, visto que, o valor proposto pode haver alteração na previsão da inflação deste ano. Caso o valor seja confirmado, pela primeira vez o salário mínimo ultrapassará a marca de R$ 1 mil.

Aumento do Salário Mínimo

O reajuste do salário mínimo respeita a uma formula relacionada ao resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes, junto com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ao ano antecedente.

Por sua vez, o salário mínimo é calculado com a soma do resultado do PIB de 2017 (aumento de 1%) e o INPC de 2020. Visto que, o resultado final da variação do INPC de 2020, só será possível a partir do início do ano que vêm.

Não podemos deixar de mencionar que a inflação e o resultado do PIB estão inclusos no reajuste do mínimo de 2020, o qual ficou abaixo da inflação medida pelo INPC. Com essa análise do mínimo, o próximo presidente da República, vai propor como será definido o valor do salário de 2020 em diante.

Mas, de uma forma geral, aqueles que defendem o salário mínimo afirmam que ele é capaz de proporcionar uma melhor qualidade de vida a todos os trabalhadores, além ainda de diminuir a pobreza.

Já aqueles que vão contra ao salário mínimo, afirmam que se o mesmo for muito alto o suficiente para se tornar eficaz, ele pode acabar aumentando o desemprego, especialmente entre os trabalhadores com baixa produtividade.

Assim, o aumento salário mínimo para 2020 é algo de direito e essencial para todos os trabalhadores brasileiros, pois é por meio dele que muitas famílias atualmente vivem e garantem as suas necessidades básicas.

Caso tenha gostado do nosso artigo e não esquecer de deixar o seu comentário e compartilhar nas redes sociais, caso tenha alguma dúvida a respeito do que foi tratado acima deixe o seu recado agora mesmo para que possamos esclarece-lo o mais breve possível.

 

Participante desiste do BBB por não aguentar confinamento

Antes mesmo de entrar na casa, um dos participantes do BBB 2020 Rogério, de 45 anos, desistiu. Ele não aguentou o confinamento no qual os brother’s são submetidos mesmo antes de entrar na casa.

Para quem não sabe, antes de começar o programa, os participantes confirmados do BBB 2020 são confinados em um hotel, sem poder falar com os outros participantes, nem ter acesso a internet, nem a Televisão. Muitos dizem que o confinamento é até pior do que os 3 meses na casa.

Rogério tem 45 anos, é bailarino, natural de Recife, Pernambuco e e declara amante da liberdade.

Todo ano temos uma edição nova desse reality show, e esse programa desde que estreou foi sempre um sucesso, ele é um pouco diferente dos demais que estamos acostumados a ver, principalmente por que envolve pessoas já conhecidas.

Se você deseja ver aquela pessoa famosa dentro de uma fazenda confinado não perca o programa O BBB 2020, em breve a mesma será estreada, e junto com ela teremos vários participantes novos, entre eles homens e mulheres.

Ainda não temos data definida para a estreia do Big Brother Brasil 2020, mas podemos acompanhar no site da mesma todas as informações e o andamento da nova edição. No site da Fazenda você também confere informações sobre o programa, provas, votação e muito mais, tem bastante recursos para serem acessados pela internet, então vale a pena você dar uma olhada com calma.

Quem deseja acompanhar mais informações a respeito da nova edição do programa, pode estar acessando o site do programa para curtir todas as fofocas envolvendo o mesmo.

Assistir o BBB Ao Vivo em Casa

Com a função para assistir BBB 2020 Ao Vivo ficou muito mais fácil acompanhar o programa, e o melhor de tudo é que esse recurso não tem nenhum tipo de custo para que você possa utilizar.Você pode assistir ao programa 24 horas diretamente do site do GShow. Muito mais fácil do que acompanhar os resumos que são passados na TV.

Para acompanhar faça um cadastro no site e assista, o recurso não tem nenhum custo para que você possa utilizar sempre que precisar.

Você pode assistir até mesmo pelos dispositivos móveis, você só precisa estar conectado à internet.

Mulheres são mais cuidadosas no trânsito, indicam dados

No dia a dia é de suma importância que os proprietários de veículos mantenham em dia o pagamento do seguro DPVAT 2020 RJ. Esse seguro indeniza as pessoas que são vítimas de trânsito, logo já podemos entender a importância dele no dia a dia.

Nunca sabemos quando é que vamos precisar de uma indenização como essa, e no trânsito em que estamos inseridos acaba sendo uma garantia a mais a partir do momento em que você efetua o pagamento do seguro DPVAT 2020.

Quem mora no estado do Rio de Janeiro pode conferir aqui como efetuar o pagamento do DPVAT 2020 RJ. Um seguro que incide sobre todos os veículos em circulação, até mesmo nos isentos, atualmente só não é obrigado a pagar e seguro os veículos de reboque e semirreboque, os demais são obrigatórios por lei.

O Seguro DPVAT Rio de Janeiro assim como os demais estados, tem prazos definidos para pagamento, é muito importante pagar em dia para evitar futuros problemas.

Consulta DPVAT RJ

Como o imposto é obrigatório e anualmente, é importantíssimo que você faça a consulta DPVAT 2020 RJ para saber os prazos de pagamento e também o valor a ser pago, depende muito do tipo de veículo que você tem, não temos um valor fixo universal para esse imposto, ele incide sobre o modelo do veículo do proprietário.

Para consultar a guia de pagamento do seguro DPVAT RJ é muito simples, você tem apenas que acessar o site referenciado ao final deste parágrafo, a guia pode ser emitida pela internet, abaixo você vai conferir mais informações sobre essa etapa.

Pagamento DPVAT RJ

O pagamento DPVAT 2020 RJ pode ser feito de forma simples e fácil, o primeiro passo é fazer a emissão da guia de pagamento pela internet ou através de algum atendimento presencial, acima mostramos como emitir a guia do DPVAT pela internet e não tem nenhum custo, e você ainda faz de forma rápida e simples.

Quanto ao valor do pagamento ele vai depender muito do tipo de veículo que você fez, para receber a indenização do seguro você tem que ter em mãos todos os documentos necessários e levar até o ponto de atendimento ou pedir uma visita da equipe administrativa do seguro.

Em 2020 aumentam o número de vagas para CNH Social

Fazer sua inscrição para obter a Habilitação Social nunca foi tão fácil! Essa iniciativa permite que você emita sua Carteira de Motorista de forma gratuita. Com a Habilitação Social, você pode mudar sua vida e até conseguir mais oportunidades de emprego.

Habilitação Social é um programa social criado pelo Governo o Espírito Santo e pelo DETRAN-ES que visa formar, qualificar e habilitar condutores de veículos automotores, através do CNH Social ES.

Por meio desse programa, pessoas de baixa renda podem obter, gratuitamente, a ACC (Autorização para Condução de Ciclomotores) ou a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) nas categorias A ou B. É possível, ainda, adicionar categoria A ou B em uma carteira já emitido ou mudar para categorias C, D ou E.

Confira os Documentos para as Inscrições CNH Social.

Além de contribuir com o desenvolvimento social e regulamentar cidadãos que andam irregularmente pelas vias, o programa CNH Popular 2020 transforma e salva vidas, já que proporciona melhores oportunidades de emprego, prepara os motoristas para o trânsito e reduz o número de acidentes.

Requisitos Para Participar

  • Para poder participar do programa, é necessário se enquadrar em um dos seguintes grupos:
  • Ser inscrito no Cadastro Único ou ser beneficiário do Bolsa Família;
  • Possuir renda igual ou inferir a um salário mínimo ou estar desempregado;
  • Ser aluno matriculado ou ter concluído os estudos pelo programa ProJovem ou Brasil Alfabetizado;
  • Ser egresso do sistema penitenciário ou ter cumprido qualquer medida socioeducativa de internação;
  • Ser beneficiário do PAA (Programa de Aquisição de Alimentos).

Critérios de Desempate

O programa utiliza os seguintes critérios de desempate no CNH Social (na ordem apresentada):

Grupo 1

  • Maior número de pessoas na família;
  • Menor renda per capita;
  • Maior idade do candidato.

Grupo 2

  • Maior número de pessoas na família;
  • Maior idade do candidato;
  • Menor renda per capita.

Grupo 3

  • Maior média escolar;
  • Maior número de pessoas na família;
  • Maior idade do candidato.

Grupo 4

  • Maior número de pessoas na família;
  • Menor renda per capita;
  • Maior idade do candidato.

Grupo 5

  • Maior número de pessoas na família;
  • Menor renda per capita;
  • Maior idade do candidato.

Vagas

As vagas para o Habilitação Social são distribuídas da seguinte forma:

  • 50% das vagas são destinadas ao Grupo 1;
  • 15% das vagas são destinadas ao Grupo 2;
  • 20% das vagas são destinadas ao Grupo 3;
  • 10% das vagas são destinadas ao Grupo 4;
  • 5% das vagas são destinadas ao Grupo 5.

É importante ressaltar, ainda, que 80% das vagas são destinadas a pessoas que ainda não tem a Carteira de Habilitação e 20% são destinadas a quem quer adicionar ou mudar de categoria.

Inscrições

As inscrições para o programa CNH Social 2020 serão feitas através do site oficial. Clique aqui para acessar.

As vagas serão abertas ao longo do ano. Você já pode começar a separar a documentação que precisará apresentar para comprovar as condições exigidas pelo programa. A lista completa de documentos você encontra aqui.

A lista de selecionados também poderá ser conferida no site oficial nessa página.

6 Motivos para NÃO fazer mais Root no Android

Durante anos, os entusiastas do Android fizeram modificações em seus dispositivos para  fazerem coisas que não são permitidas  por padrão. O Google viu e entendeu essa necessidade e adicionou muitas características que antes exigiam root para o O.S, eliminando muitas das razões para as modificações.

Alguns desses recursos foram adicionados no Android 4,1 Jelly Bean, alguns foram adicionados no Ice Cream Sandwich 4.0, e alguns foram adicionados em versões anteriores.

Tirar Screenshots da Tela

Você sempre pode tirar screenshots ligando o seu smartphone ou tablet no computador, mas tirar screenshots diretamente no dispositivo era um privilégio reservado somente para usuários root.

Para tirar uma captura de tela, pressione o botão do volume para baixo e o botão de “liga/desliga” ao mesmo tempo. Isso funciona no Nexus 7, Nexus Galaxy – no entanto, alguns fabricantes podem alterar o padrão de combinação das teclas na tela de seus dispositivos.

Desabilitar Aplicativos Pré-Instalados

Agora você pode “congelar” (ou desativar) aplicativos pré-instalados no seu dispositivo. Isto é particularmente útil para os softwares chatos que os fabricantes incluem.

Para desativar um aplicativo pré-instalado, vá nas Configurações, selecione Aplicativos e navegue até a categoria Tudo. Toque no aplicativo que você deseja desativar na lista.

Desabilitar Notificações de um APP

Embora o sistema ainda não permita um controle refinado de todas as permissões sob app sem acesso ao root, você pode revogar a permissão de notificação de um app. Isto é ideal para aplicações que abusam notificações, mostrando sempre anúncios.

Vá nas Configurações, selecione Aplicativos e toque no aplicativo que você deseja desativar notificações. Desmarque a caixa “Mostrar notificações” e o aplicativo não será mais capaz de exibir notificações.

Definir Limites para Conexão

Agora você pode restringir aplicações específicas de usar a conexão de dados do celular em segundo. Não é bem um firewall que bloqueia o acesso à rede para aplicativos específicos, mas ainda é útil.

Para aproveitar esse recurso, vá nas Configurações e em seguida em Utilização de Dados. Além de definir limites de dados, visualização de gráficos e desabilitar os dados móveis por completo, você pode impedir que uma app utilize sua conexão em segundo plano.

Encriptar os Dados Armazenados

O Android inclui um suporte embutido de criptografia, o que lhe permite proteger o armazenamento inteiro de seu smartphone ou tablet. Quando você ligá-lo, você terá que digitar sua senha de criptografia – se você esquecer a senha, você terá que realizar uma reset de fábrica e perder todos os seus dados. Se o seu aparelho for roubado, o ladrão nem se quer conseguirá liga-lo.

Para criptografar seu smartphone ou tablet, vá nas Configurações, Segurança, e toque em Criptografar telefone. O processo vai levar algum tempo.

Conectar a Redes VPNs

Se você quiser conectar seu Android a uma rede virtual privada – por exemplo, o VPN do seu trabalho – você não precisa  mais fazer root e instalar um cliente externo.

Para conectar o seu dispositivo a uma rede, vá nas Configurações, toque em Mais na área das “Conexões Sem Fio” e em seguida em VPN. Você vai será capaz de adicionar e editar perfis de VPNs múltiplos.

Enquanto ainda há algumas coisas que você só pode fazer  através do root, o Google está fazendo um bom trabalho adicionando funcionalidades ao sistema operacional. Estamos aguardando por mais atualizações.